13.3.11

Coisa de biólogo

ano passado em outubro fui numa viagem de campo com a faculdade e, entre os lugares que visitamos, fomos para curitiba, mais especificamente no jardim botânico muncipal.
fomos lá pra ter aula e tudo o mais, mas lógico que todos estavam mais interessados em tirar foto das flores, dos sábias-da-terra, joão-de barro e várias outras aves supernutridas que existem por lá...uma mania terrível dos biólogos de fotografar tudo quanto é insetinho, fungo, florzinha né.
fomos conhecer a estufa e entre as mais variadas inflorescência, tinha uma lá especial. pouca gente reparou nela, o que é bem estranho já que eu nunca tinha visto uma flor daquela antes, muito diferente, nem parecia real.
enfim, tirei uma foto mas como o nosso tempo era curto nem pude perguntar pra responsável pelas estufas que planta era aquela.
o tempo passou, a foto estava esquecida aqui no meu computador. mas hoje, enquanto eu fuçava no flickr, uma coisa me chamou atenção naquele álbum the commons. nesse álbum as pessoas postam fotos bem antigas, históricas até, que passam a fazer parte de uma biblioteca digital e ajuda com dados da história. sempre gosta de entrar lá porque gosto muito de fotos antigas, preto e branco, envelhecidas, me deixam nostálgica, com saudade de um tempo que eu não vivi.
estava lá olhando as fotos e encontrei: a minha flor!
pois é! encontrei uma foto antiqüíssima da minha flor e como eu, a pessoa que a fotografou também a achou bem estranha e até pensou que ela fosse de mentira.

a minha flor

e a foto que eu encontrei!
"This is not an artificial flower as it appear to be. It is natural and is, you will notice, very odd"

pelo que diz a foto essa é a flor do texas star cactus. eu sei que parece bobo, mas eu fiquei muito feliz com a coincidência de encontrar no flickr essa foto. coisas de biólogo... ;D

2 comentários:

Emi disse...

Ai que doido! :) Eu também adoro quando acontecem coisas assim comigo! haha
E a flor realmente é muito bonita e estranha :O

Chris Ribeiro! disse...

Lembro-me que uma vez uma professora minha dizendo que era muito fácil identificar um biólogo na praia. Era só ver quem estava olhando para o chão ao invés de para a paisagem, que o acharia.

Valeu pela informação do Mc. Só é uma pena a promoção terminar já sábado, mas enfim, vou tentar pegar o meu café antes (espero que eles façam uma versão sem açúcar -dietas chatas- e mesmo se não fizerem, vou pegar um por causa desse copinho fofo!). Muito brigada pela dica!

Sobre o bannerzinho do crueltyfree, claro que pode pegá-lo! Fico muito contente que outras pessoas pensem assim como eu. O que ocorre com os animais na maioria das vezes é muito injusto, mas infelizmente as pessoas fecham os olhos para isso.

Beijos e bom restinho de semana!
Obrigada pela visita!

Postar um comentário